Pet com gastrite? Veja o que fazer

Vômitos e/ou diarreia costumam marcar presença em clínicas veterinárias – e com razão, porque são sintomas de várias doenças e problemas fisiológicos! 

Uma das causas pode ser a gastrite. Ela é uma inflamação que acontece no estômago, e além de levar à eliminação de fluidos, pode causar falta de apetite e muita dor abdominal nos pets, entre outros desconfortos.

Os peludinhos sofrem muito com uma crise de gastrite. Ela é um problema sério! Se você suspeita que seu amigo esteja passando por uma, é fundamental levá-lo ao veterinário rápido!

 

Veja como identificar os sinais da gastrite

 

Os sintomas da gastrite são considerados inespecíficos, ou seja, comuns em várias doenças. Por isso, não é tão fácil diagnosticá-la de cara (o que reforça a importância de buscar um especialista!).

Essa inflamação costuma ser acompanhada por um conjunto de problemas ligados ao sistema gastrointestinal dos bichinhos. Alguns dos sinais dela serão:

 

  • Dor e/ou rigidez abdominal;
  • Náuseas;
  • Salivação excessiva;
  • Vômitos constantes com ou sem sangramento;
  • Febre;
  • Choro ao toque;
  • Prostração,
  • Falta de apetite (leia mais sobre ela aqui!).

 

Se observar um ou mais desses sintomas persistindo, busque um veterinário.

O que causa a gastrite em cães e gatos?

 

Existem diversas causas para a gastrite nos animais – entre elas, reações a alimentos estragados, toxinas, parasitas, doenças metabólicas, câncer, entre outras. Às vezes aquele almocinho só não desceu bem por culpa de um ingrediente!

As causas são várias, e o que ajuda a defini-las é saber diferenciar uma gastrite aguda da crônica.

No primeiro caso, significa que algo aconteceu com o seu pet nas últimas horas, como uma intoxicação que desencadeou uma crise repentina. O segundo é quando a inflamação é recorrente, podendo ser consequência de uma doença renal, por exemplo.

 

Qual é o tratamento?

 

Calma, a gastrite em pets não é incomum nem tão difícil de tratar! 

Quando o diagnóstico for confirmado, seu veterinário irá iniciar um tratamento para proteger o estômago do peludo contra o ácido clorídrico produzido pelo próprio organismo. 

Isso geralmente é feito com uso de medicamentos. É uma ajudinha a mais para a região, que está super sensível e não consegue reagir sozinha!

No caso de vômitos, será feita a reposição de fluídos para recuperar a hidratação. Também é comum seu amigo precisar adotar uma dietinha mais leve por um tempo.

Como evitar a gastrite nos pets

 

Para evitar que o pet sofra com a gastrite e com várias outras doenças, incorpore hábitos saudáveis na rotina dele, com uma alimentação balanceada e atividade física diária!

É importante também fazer visitas regulares ao veterinário, para garantir que tudo está em ordem no corpinho do seu amigo. 

Um pet bem alimentado, comendo menos gordura e sódio, tende a viver mais, melhor, e ser mais feliz! Quer uma dica? Cheque as alimentações naturais da Pet Delícia!

 

Recommended Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *