Posso misturar ração com comida natural para pets?

Não dá para negar: todo tutor quer o bem do seu pet! E a comida tem tudo a ver com isso: seja na hora de dar um agrado saboroso, ou na preocupação com a saúde do peludo, os alimentos têm um papel muito importante na relação de amor entre humano e animal.

Não é difícil que você, principalmente se for um tutor novo de pet, pesquise algo como “comidas saudáveis para gatos” ou “cachorro pode comer tal coisa?” na internet. É nessa hora que muitas pessoas conhecem a Alimentação Natural (AN) (e a Pet Delícia!).

Alimentos naturais como diz o nome, são comidas com ingredientes não-artificiais; uma opção saudável, minimamente processada e rica em nutrientes – coisas que ajudam o seu peludo a viver (e comer) melhor!

Porém, compreendemos que nem sempre é possível optar pela Alimentação Natural 100% do tempo. Alguns tutores, infelizmente, não têm tempo para preparar receitas para seus pets em casa, ou espaço para armazenar as refeições; outros têm pets viciados em ração seca, que não conseguem mudar para outra dieta exclusivamente.

No entanto fique tranquilo: isso não significa que alimentos naturais não vão poder fazer parte dos almoços e jantas do seu amigo, porque você pode misturá-los com as rações “normais” (industrializadas)! 

 

 

Misturar ração com alimentação natural faz bem?

Tecnicamente, grande parte das rações têm pelo menos o mínimo de tudo que um alimento precisa para o seu pet ficar bem nutrido, em contrapartida a alimentação natural preserva o máximo de nutrientes devido ser minimamente processada. Adicionar comida natural na ração oferece ainda mais benefícios para a saúde do seu peludo! Esses são os elementos que eles podem não receber (na quantidade ideal) na comida industrializada sem a mistura com AN:

 

  • Umidade: alimentos naturais oferecem mais água;
  • Variedade e quantidade de nutrientes e antioxidantes em seu estado natural;
  • Ácidos graxos não adulterados (eles ajudam a controlar infecções, inflamações e lesões!);
  • Maior consumo de proteína animal;
  • Probióticos – as bactérias “do bem”, fazendo bem para o intestino!

 

A ciência tem percebido que esses benefícios “extras” que a alimentação natural balanceada e completa (como a Pet Delícia!) pode trazer na mistura com a ração podem ter resultados muito positivos para os animais: em 2009, um artigo científico sueco indicou que alimentos como ovos, carnes e lácteos podem reduzir o risco de atopia (um tipo comum de alergia entre cães) nos filhotes que são amamentados por uma mãe que possui o diagnóstico – se esses ingredientes estiverem presentes na dieta dela! Muito bacana, não é?

E tem mais! Em 2005, veterinários estadunidenses perceberam que incluir um pouco de vegetais alaranjados e folhas verde-escuras na ração 3x por semana pode ajudar a diminuir o risco de câncer de bexiga e prevenir o retardo em cães da raça Scottish Terrier. É um caso específico, mas são indícios positivos de que a mistura pode, sim, melhorar a qualidade de vida dos nossos peludos!

Isso não quer dizer que refeições mistas serão tão ricas em benefícios quanto oferecer integralmente alimentação natural para o seu amigo, mas essa inclusão já oferece novos nutrientes para o seu pet.

 


Vai aderir à mistura? Fique atento aos ingredientes e quantidades!

Atualmente uma parte das rações contém bastante carboidrato, portanto é recomendado que você não ofereça alimentos naturais ricos em fontes consideradas baratas de calorias, como feijão, batatas e banana. Nesse caso especialistas indicam incluir, no lugar, alimentos ricos em proteína, gordura saudáveis e fontes naturais de vitaminas, minerais e antioxidantes.

 

Alguns desses alimentos são:

  • Carnes magras bovinas, de frango, suínas; 
  • Um pouquinho de vísceras (fígado, rim, baço etc) sem excesso (elas podem soltar o intestino do animal!);
  • Peixes ricos em ômega-3 (sardinha, manjubinhas, cavalinhas);
  • Ovo;
  • Iogurte integral ou coalhada magra (sem adoçar);
  • Alguns cogumelos;
  • Brócolis, pimentão amarelo ou vermelho, repolho roxo ou verde em quantidades moderadas;
  • Frutas como amoras, kiwi, couve-manteiga ou rúcula, um pouquinho de cenoura, etc.

 

Essas opções podem ser positivas para o seu pet, o que não significa que você deva misturar tudo, ou ir variando ao longo da semana. A alimentação do seu pet precisa ter alguma consistência, ok? Lembre que é fundamental manter um equilíbrio entre a quantidade de alimento adicionado, para que seu pet não coma mais do que precisa no dia.

Como mencionamos antes, Pet Delícia oferece um cardápio balanceado e completo, que pode enriquecer a alimentação do seu pet se for misturada com a ração. E para que você não acrescente mais do que o necessário na janta do seu amigo, preparamos uma calculadora que auxilia nas quantidades diárias!

Lembre também da regra de ouro: nunca acrescente alimentos novos na alimentação do seu pet sem checar antes com um veterinário. Ele poderá te informar sobre as melhores opções de ingredientes, como servi-los e em que quantidade; se necessário, também poderá te ajudar com suplementação, e alertá-lo sobre possíveis alergias que seu amigo pode ter à alguns alimentos. Ah, e esteja sempre atento às reações do peludo, ok? Se notar qualquer comportamento estranho após adicionar um alimento novo, fale com o especialista!

 

Misturas saborosas!

A Pet Delícia oferece uma variedade de refeições naturais super saborosas que irão enriquecer a alimentação do seu pet (e enriquecer as rações secas!). Não deixe de conferir o nosso cardápio.

Por último é importante lembrar que ao for oferecer comida úmida, não deixe que ela passe o dia todo no pote, como alguns tutores fazem com a ração seca. Se seu pet recusar uma refeição, retire o pote e o higienize depois.

Tomando os cuidados necessários, agora é só aproveitar – ou melhor, deixar o seu amigo aproveitar as refeições!

Recommended Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *